Início Profissões Corretor Ortográfico: tudo sobre Correção Ortográfica dos seus Textos

Corretor Ortográfico: tudo sobre Correção Ortográfica dos seus Textos

145
0
COMPARTILHAR
correção ortográfica
Corretor Ortográfico: tudo sobre Correção Ortográfica dos seus Textos
5 (100%) 2 votes

Fazer a revisão de conteúdo é um dos passos essenciais para consolidar o marketing de conteúdo de maneira eficiente. Nesse sentido, para evitar eventuais erros caracterizados como “bobos” é fundamental contar com o auxilio de um bom corretor ortográfico!

Como grande parte das pessoas sabe (ou deveria saber) a ocorrência de erros relacionados à língua portuguesa podem ser os principais responsáveis pela falta de credibilidade de qualquer tipo de texto, e por esse motivo é fundamental contar com recursos que possam amenizar esse tipo de situação.

Imagine se você, enquanto navega na internet, se depara com uma nota importante em um grande portal de notícias e percebe que há erros em uma chamada de destaque, por exemplo? Certamente, você se sentirá incomodado com o erro, seja ele ortográfico ou de digitação.

Esse tipo de ocorrência acaba abalando a reputação da notícia e até mesmo tirando o foco do conteúdo que está sendo passado!

Há inúmeras situações que podem acabar gerando certo constrangimento quando o assunto é falta de correção ortográfica, e provavelmente você já vivenciou isso em muitos momentos!

Para fugir desse tipo de situação, que pode até mesmo ser classificada como embaraçosa, iremos falar nesse artigo tudo o que você precisa saber sobre o corretor de texto, como é fundamental realizar uma boa revisão de texto online e os caminhos que você pode apostar para fugir desse tipo de erro tão comum!

Como fazer uma boa correção de textos – Aposte no uso do corretor ortográfico!

Para garantir que seu texto saia sempre perfeito e consiga obter resultados satisfatórios, é importante salientar que é necessário tomar sempre alguns cuidados durante o processo de escrita.

Isso porque a revisão de texto não acontece sozinha (infelizmente) e por esse motivo é essencial que você saiba como lidar com esse procedimento de maneira inteligente e dinâmica.

Para tanto é válido que você tenha em mente algumas etapas importantes! Confira abaixo:

  • Estrutura do texto:

Um passo interessante é procurar criar um “esqueleto” de todo o conteúdo que será abordado, antes mesmo de iniciar a escrita em si. Nesse momento, você deverá avaliar e determinar o que irá abordar e também a ordem que deseja relacionar as informações.

Nesse sentido, é importante ter em mente uma prévia linha de raciocínio que poderá ser facilmente interpretada por quem for ler seu texto. Esse tipo de procedimento garante que se evitem os erros de coerência e até mesmo que o conteúdo acabe se prolongando sem que haja de fato necessidade.

  • Escreva com cautela:

Um dos piores costumes que acometem grande parte das pessoas nos tempos atuais é escrever sem proporcionar a devida atenção à acentuação correta, ou até mesmo acabar deixando os erros de digitação para serem sanados depois – pensando que poderá voltar no final do processo para corrigi-los!

Sabe aquela máxima que diz “não deixe para depois o que você pode fazer agora”? – Pois ela é perfeita nesse contexto!

Logicamente o nosso cérebro tende a trabalhar de maneira muita mais rápida do que as nossas mãos enquanto digitamos, e por receio de acabar perdendo alguma ideia, acabamos tomando esse tipo de atitude!

Mas uma dica valiosa é nunca deixar qualquer errinho para depois, pois esse tipo de cautela poderá fazer uma grande diferença no resultado final e ainda ajudar muito a fazer uma revisão de texto mais eficiente.

Portanto se você quer garantir um texto isento de erros e totalmente harmônico, precisa seguir esse tipo de raciocínio sempre! Certamente você poderá se surpreender com o resultado final!

  • Aguardar um maior prazo de tempo para colocar a revisão em ação:

Provavelmente você tem noção de que revisar o próprio texto pode ser um grande desafio! Isso porque acabamos ficando com a mente condiciona ao conteúdo proposto e em muitos casos podemos ter dificuldades de perceber alguns erros, principalmente quando se trata dos menos perceptíveis!

Esse tipo de “cegueira” é bastante comum! Mas saiba que você não é o único acometido por esse tipo de situação! Aliás, é totalmente o contrário, todo mundo está suscetível a esse tipo de condicionamento!

Por esse motivo, é interessante que o redator espere um determinado tempo para realizar uma nova leitura no texto de maneira integral para garantir uma revisão mais consistente e eficaz.

Dessa maneira, seu cérebro estará mais descansado e menos imerso ao tema que você estava efetivamente escrevendo, ou seja, você consegue enxergar o texto com um novo tipo de olhar e poderá identificar qualquer eventual erro e realizar as correções necessárias de maneira muito mais rápida e fácil.

Tenha certeza que uma hora ao menos fará uma grande diferença para a sua revisão textual.

Em meio a sua revisão! Dicas e atitudes infalíveis

Pode ser que você seja um leitor incrível, e até mesmo um excelente revisor de texto, mas há algo que não foge a regra geralmente: é praticamente impossível garantir uma revisão bem feita ao ler todo o conteúdo do texto de uma só vez!

Quando pensamos em um texto bem elaborado precisamos levar em consideração que ele possui um grande volume de aspectos e naturezas diferentes, e por esse motivo avaliar todos os pontos de maneira assertiva requer tempo e total atenção.

Isso inclui questões relacionadas à coerência do texto, gramática, pontuação, ortografia, ideias, abordagens, tom, entre muitos outros aspéctos.

Nesse sentido, podemos afirmar tranquilamente que assimilar todos esses pontos de uma vez ou até mesmo sem a devida “paciência” pode colocar seu trabalho todo a perder!

Se você possui algumas dificuldades nesse processo, pode dividir a sua revisão em duas etapas simples, sendo elas:

  • Primeiro – avaliar se o texto está com a compreensão ideal

Nessa primeira fase é interessante que você avalie se todo o conteúdo abordado no texto está fazendo total sentido. Para tanto, procure se colocar no lugar do leitor sempre e procure também perceber se ele conseguirá de fato entender a mensagem que está sendo passada, se a leitura está atraente, dinâmica, entre outros.

Se por acaso você sentir que aqui algum trecho precisa ser reescrito, não se faça de rogado e coloque a mão na massa sem medo! Talvez essa seja até mesmo uma oportunidade de agregar alguma informação que tenha fugido no momento de redigir o texto ou até mesmo extrair algo que você acredite não ser tão pertinente!

Aproveite esse momento também para avaliar se as frases em meios aos parágrafos estão muito extensas, pois elas podem acabar deixando o conteúdo mais confuso, bem como também apostar no bom uso da pontuação que pode ajudar muito na hora de deixar o texto mais fluído e dinâmico (o que é primordial para prender a atenção dos leitores).

  • Segundo – avalie se a “forma” do seu texto está assertiva

Aqui a revisão requer um pouco mais de paciência, bem como atenção e muita cautela. – Portanto nesse momento é levar em consideração cada palavra e cada ponto!

Parece trabalhoso? Sim! – Aliás, não somente parece como de fato é! Mas no final das contas valerá muito a pena e poderá agregar resultados muito mais satisfatórios ao seu conteúdo!

Nesse momento você terá a oportunidade de verificar a total concordância do texto, acentuação, etc. Ao se fazer essa segunda leitura, certamente será possível identificar novas nuances, permitindo que as mais variadas características do texto possam ser reveladas.

Palavras usadas demais ou repetidas durante os parágrafos também precisam ser consideradas nessa revisão.

Se você perceber que existe algum vício referente ao uso de palavras enquanto estiver lendo seu texto, use as ferramentas de busca e substituição (isso dependerá do editor de textos que você estiver usando) para verificar e trocar (se for o caso) todas essas palavras.

Tenhas boas ferramentas por perto – quais os melhores corretores ortográficos do mercado

Como ficou evidente até aqui, uma simples e pequena falta de atenção na hora de escrever o seu texto pode acabar tirando o sentido de uma frase e até mesmo comprometer todo o seu trabalho.

Fora as técnicas e dicas expostas anteriormente, há outros meios de garantir que seu texto fique ainda mais impecável – estamos falando do corretor ortográfico online!

Que tal apostar em algumas opções e ferramentas para sua revisão de textos? Confira algumas sugestões para corrigir texto online abaixo:

  • Oraango: Trata-se de uma ferramenta bastante simples e eficiente, onde apenas consistem em colar o texto (ou escrever diretamente na caixa de textos da ferramenta) e seguir as orientações.O Oraango cumpre muito bem o papel de corretor de texto online, visando bastante confiabilidade! Além disso, por meio do corretor gramatical o usuário pode optar entre os 24 idiomas propostos, e ainda contar com uma vasta listagem de sinônimos e antônimos atualizados por meio do SpellChecker.net (que é considerado um dos melhores corretores de palavras do planeta!O usuário também tem a opção de receber via e-mail sugestões voltadas para a correção ortográfica online para seu site (caso tenha um).

 

  • Nossa Língua Portuguesa: Esse revisor de texto online recebe suporte do portal R7 e é totalmente focado na correção de texto em português.

Trata-se de uma opção bastante eficiente, principalmente por conta de o usuário ter acesso a opções de dicionários, conjugação de verbos, tradutor e um fórum bastante versátil e dinâmico para os usuários, que podem sanar suas duvidas no ambiente online.

Há também à disposição uma série de artigos relacionados ao idioma da língua portuguesa, bem como dicas para acentuação, uso correto de adjetivos, ortografia, entre outros.

  • com: Provavelmente esse é um dos recursos mais diretos quando se trata de corrigir texto! O site permite realizar a revisão de um texto continuo de até 10 mil caracteres de uma só vez e para usa-lo basta copiar e colar na caixa de textos disponível no site.
  • Flip 9: Esse é uma espécie de pacote de corretor de texto e pontuação – Levando em consideração o Português (Brasil) e o Português (europeu). O usuário pode se basear nas ferramentas disponíveis para revisão e também contar com alguns recursos que contribuir com uma escrita mais adequada. A versão paga é um pouco mais completa do que a gratuita, mas ainda assim vale a pena testar os recursos disponíveis no pacote free!
  • LibreOffice: Trata-se de um corretor integrado a um software que tem como objetivo processar e também editar textos. Seu uso é de livre acesso e agrega também outras funções bastante atraentes, como algumas planilhas e um editor de apresentação.

O interessante é que os textos podem ser corrigidos até mesmo se o usuário estiver off-line! Para tanto, basta baixar o software no computador de forma gratuita e aproveitar todos os benefícios como, onde e como quiser!

Porque usar um corretor ortográfico grátis?

Logicamente que um corretor de português automático não deve ser visto como 100% confiável, ou seja, não adianta achar que você escreverá deliberadamente um texto, irá cola-lo em uma das opções mencionadas anteriormente e achar que ele resolverá todos os problemas da sua vida! – A revisão humana é fundamental e imprescindível!

Porém, essas ferramentas mais dinâmicas podem cumprir um papel bastante interessante para garantir que seus textos sejam totalmente assertivos e isentos de erros!

Logo após fazer a revisão (seguindo todos os pontos e explicações informadas nesse artigo) as ferramentas automáticas podem fazer um ultimo pente fino no seu texto, e assim ter uma maior certeza de que você não deixou nenhum erro escapar!

O corretor ortográfico português pode ser encarado como um grande e importante aliado, pois somente ele pode propor uma maior precisão do que a nossa revisão mecânica é capaz! Outro ponto é que ele pode contribuir para sanar possíveis duvidas que você possa eventualmente ter.

A língua portuguesa é repleta de “pegadinhas” e regras, e muitas vezes nos pegamos confuso sobre o uso adequado de um hífen ou até mesmo um acento, por exemplo.

Mas tenha em mente que não submeter seu texto a um corretor ortográfico não é muito produtivo também, pois ele irá não somente lhe auxiliar como também ajudar para que você ganhe muito mais tempo! Porém, também não adiantará esperar que ele faça todo o trabalho por você!

O interessante é unir a praticidade que esses corretores propõem aos seus critérios de revisão! Certamente isso garantirá ótimos resultados e um texto de acordo com o que você realmente esperava!

Além disso, os corretores não possuem o poder de deixar frases menos prolixas ou até mesmo incoerentes.

Não esqueça o checklist!

Depois de todas as recomendações, dicas e informações, vale a pena fazer um ultimo checklist no seu texto!

Isso quer dizer que aqui você deverá considerar uma pequena lista de palavras que deverá considerar no seu texto, para ter certeza absoluta que o conteúdo está com a qualidade desejada.

Essa é uma excelente prática para entender quais são seus vícios de linguagem, termos mais usados e que até mesmo acaba abusando do seu uso! (o que é muito comum, não pense que isso somente acontece com você).

Escrever consiste em um treino, que pode ser até mesmo comparado a uma atividade física como a musculação, por exemplo! – Quanto mais você escrever (treina) mais forte fica (consistente).

Procure colocar na sua lista tudo o que você considerar como um tipo de “deslize” e vá conferindo um a um (se você usar o Word, por exemplo, use o recurso do Ctrl+F ou Ctrl L para facilitar!).

A melhor estrutura para o seu texto!

Como dissemos anteriormente, escrever bem consiste em treinar, treinar e treinar! Somente assim você poderá conquistar um conteúdo mais assertivo e coerente, dentro da qualidade almejada!

E para garantir isso é fundamental que você se preocupe com a estrutura do seu texto!

  • Dê valor ao título: Quem escreve conteúdos para internet, deve e precisa pensar nas técnicas de SEO e nesse sentido o título é essencial para que o conteúdo proposto consiga reverter um maior sucesso. Para tanto, tenha em mente que o título adequado precisa considerar ao menos 70 caracteres (limite indicado pelo Google).

Quando se trata de um título desinteressante, saiba que ele poderá condenar todo seu conteúdo, e consequentemente seu trabalho, ao fracasso ou até mesmo ao esquecimento. Por isso, considere um tempo para checar todas as possibilidades e variações antes de chegar na versão mais interessante para o seu texto.

Além de precisar usar a palavra-chave no título, procure também contar com recursos que possam de fato despertar a curiosidade por parte dos seus leitores.

  • Crie um conteúdo que seja escaneável: Como todos sabem, a leitura no ambiente da internet pode ser aproximadamente 25% mais lenta do que por meio dos meios convencionais.

Para que você possa de fato garantir que seu texto seja efetivamente lido e que os leitores consigam compreender os conceitos chaves propostos, é imprescindível escrever um conteúdo que seja escaneável.

Nesse sentido, os tópicos são primordiais, bem como parágrafos mais curtos (até 5 linhas), subtítulos, entre outros. – todos esses atributos possibilitam uma leitura mais ágil.

  • Comece e termine seu conteúdo focando nas técnicas de SEO: Sem sombra de dúvidas o foco central do seu conteúdo é de fato o seu público, certo? Mas isso não quer dizer que você não possa contar com os mecanismos ideais para deixar seu texto mais atraente para as buscas do Google.

Para tanto, nunca se esqueça de contar com os pontos:

  • Palavras-chave: Uma dica é usar ferramentas como o Google Trends para selecionar as diversas variações de palavras-chave que apresentem maior relevância nas buscas.
  • Título: Como falamos anteriormente, o título é fundamental para o sucesso do seu conteúdo! Nele deve constar a palavra-chave e também avaliar opções que sejam realmente atrativas!
  • Descrição: Sabe aquele trechinho mais curto do texto que pode ser visualizado nos buscadores, posicionado logo depois do título e do link? Ele também deve ser considerado para atrair mais leitores para o seu conteúdo.

Em suma, uma boa redação consiste no fato de que seus leitores possam vivenciar uma leitura realmente prazerosa e fluída, bem como de fácil interpretação e impacto positivo.

Para criar bons textos é importante permitir-se também ao constante hábito da leitura e contar com todos os atributos e regras da língua portuguesa, bem como usar as técnicas de redação sempre a seu favor.

Para fecharmos esse artigo com “chave de ouro” e garantir que você possa contar com todos os recursos da correção ortográfica, iremos revelar abaixo tudo o que seu texto deve considerar:

  • Simplicidade e clareza acima de tudo:

Conhecer seu público é primordial! Pois é dessa maneira que você saberá qual a linguagem mais apropriada – afinal, não adianta nada você usar uma linguagem extremamente rebuscada para um público que fuja desse perfil! Prefira sempre argumentar de maneira organizada e simples!

A clareza é algo que permite uma argumentação mais consistente das ideias abordadas no texto, tornando possível aproximar ainda mais o leitor da mensagem que se quer passar!

  • Objetividade:

Evite, à todo custo, dar muitas voltas no seu texto ou até mesmo utilizar palavras repetidas vezes. Procure levar em consideração dizer somente o que é de fato mais importante para o tema proposto.

Lembre-se que quanto mais conhecimentos você possuir, mais termos diferentes poderão ser colocar no seu conteúdo.

  • Coerência:

Esse é um dos itens mais importantes para criar um conteúdo lógico e atraente.

Vale destacar que o texto precisa corresponder uma estrutura, onde é preciso levar em consideração a ordem das ideias e o tema, onde deve-se apresentar causas, teses e até mesmo consequências – sempre seguindo uma sequencia lógica!

Quando você evita contradições, poderá eliminar também as chances de deixar seu texto ficar incoerente e conquistar um conteúdo muito mais lógico!

Um erro muito comum em grande parte dos casos é a inserção de comentários aleatórios em meio aos parágrafos, sem que haja um critério com relação a estrutura dos argumentos propostos.

Por isso, foque em planejar sempre os argumentos que serão usados no seu texto, e estabeleça um bom relacionamento entre os assuntos que serão abordados!

E aí? Que tal aproveitar todas as dicas e informações disponíveis no decorrer desse artigo e aprimorar ainda mais seus textos? Escolha também o corretor ortográfico que mais corresponde às suas necessidades e permita-se criar conteúdos ainda mais perfeitos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira o seu nome aqui